Deputado Nereu Crispim envia representante à inauguração de centro de assistência para pessoas em situação de rua, em Porto Alegre

O Deputado Federal Nereu Crispim enviou o assessor Nicolas Sanchez para representá-lo na inauguração do novo Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua – Centro POP 1, em Porto Alegre. O evento aconteceu nesta quinta-feira (18) com a presença do prefeito Nelson Marchezan Júnior e do vice-prefeito Gustavo Paim. O serviço é executado por meio de parceria da Fundação de Assistência Social e Cidadania (Fasc) com a Associação Cultural e Beneficente Ilê Mulher. Serão atendidas 60 pessoas por dia, inclusive em fins de semana e feriados, das 8h às 12h e das 13h às 17h.

Foto: Joel Vargas/PMPA

Localizada na avenida João Pessoa, 2384, bairro Santana, a casa é a segunda neste formato inaugurada em 2019. A parceria com organizações da sociedade civil possibilita a ampliação do atendimento e menor custo para a administração municipal. Em duas unidades que eram administradas somente pela Fasc, a despesa era de mais de R$ 3,5 milhões/ano – e uma delas funcionava apenas de segunda à sexta-feira.

Agora, com as parcerias, o município ganhará uma terceira casa, e a despesa com as três, todas elas administradas pela sociedade civil, vai reduzir para R$ 2,6 milhões/ano aos cofres do município. Ao todo, serão acolhidas 220 pessoas em situação de rua nos novos centros, inclusive nos finais de semana. A terceira unidade será inaugurada em maio, no bairro Floresta.

Foto: Joel Vargas/PMPA

Atendimento – Os Centros POP oferecem atendimento social, com equipe multidisciplinar, para adultos, idosos e famílias de forma individualizada e coletiva, durante o período diurno, propondo aos usuários alternativas de enfrentamento à situação de rua e fazendo encaminhamentos à rede de serviços. Os locais têm sala de lazer, biblioteca e espaço para receber famílias, além de oficinas. Os usuários também recebem lanche, podem tomar banho e lavar roupas.

Presente na inauguração, que contou com a participação de usuários e servidores municipais, Marchezan destacou a importância das contratualizações de serviços em diversas áreas. “Estamos contratando entidades que têm vocação para este atendimento. As pessoas acolhidas nestes espaços recebem auxílio para que possam caminhar com as próprias pernas”, afirma o prefeito, reforçando que este é um dos programas mais completos do Brasil, com início, meio e fim.

O trabalho desenvolvido pela Fasc acolhe pessoas como Givanildo Oliveira Neves, que encontrou no Centro POP profissionais dedicados, que lhe ajudaram a conseguir um emprego. “Hoje estou bem, graças a esta casa. Voltei a ser uma pessoa digna”, diz ele, que sonha em retornar para o seu estado de origem, Santa Catarina.

Para a presidente da Associação Cultural e Beneficente Ilê Mulher, Iara da Rosa, a parceria com entidades comprometidas com o usuário e o serviço público vem para dar mais qualidade ao acolhimento. “Existem entidades que têm responsabilidade e compromisso com o usuário e o recurso público. Defendo política pública, porém não podemos esquecer do restante da sociedade, que também tem o seu dever de ajudar a construir um mundo melhor”, afirma. “Para construir algo, é preciso que as pessoas se comprometam. Colocar de pé este Centro POP é resultado da dedicação de muitas pessoas, principalmente dos nossos colaboradores, que não mediram esforços para dar a imagem do Ilê Mulher a este espaço”, completa. Ela também fez um apelo aos servidores que afirmam que a parceirização prejudica, pedindo a estes que tenham senso crítico.

A presidente da Fasc, Vera Ponzio, destaca o atendimento pessoalizado do Centro POP. “Este projeto é a cara de Porto Alegre. Aqui se inicia uma nova etapa para o atendimento à população de rua. Queremos que as pessoas se sintam em casa”, observa. Também presente no evento, a secretária Municipal de Desenvolvimento Social e Esporte, Comandante Nádia, ressaltou o diferencial do serviço e o resultado positivo de uma parceria público-privada.

 

Com informações da Lissandra Mendonça e Mariana Caldieraro, da Prefeitura de Porto Alegre

Você pode gostar...