Edson Leal Pujol assume comando do Exército com presença de Bolsonaro

O presidente, Jair Bolsonaro, participou nesta 6ª feira (11.jan.2019) de cerimônia de posse do novo comandante do Exército, o general Edson Leal Pujol. O evento foi realizado no Clube do Exército. Acompanhado da primeira-dama, Michelle, o presidente não discursou.

Pujol substituirá o general Eduardo Villas Boas, que falou algumas poucas palavras na cerimônia. Mencionou sua turma de 1973, a de sua formação. No restante do discurso, proferido por 1 orador, agradeceu nomes como o da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) e do também petista Jaques Wagner, ex-ministro da Defesa.

Também agradeceu a integrantes de sua equipe médica que o auxiliaram no tratamento de sua doença. Villas Boas sofre de esclerose lateral amiotrófica (ELA). O general estava à frente do Exército desde fevereiro de 2015. Tem boa relação com Bolsonaro.

A cerimônia desta 6ª teve a presença do vice-presidente, general Hamilton Mourão, e de ministros como Onyx Lorenzoni (Casa Civil), Gustavo Bebianno (Secretaria Geral) e Fernando Azevedo e Silva (Defesa), além do presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli. Em 1 dos momentos, Onyx foi visto cochilando.

O evento começou às 11h e terminou por volta da hora do almoço. Garçons serviram aos convidados aperitivos e bebidas como água, suco e cerveja.

BOLSONARO PRIORIZA EVENTOS MILITARES

Esta é a 4ª transmissão de cargo de 1 militar fora do Palácio do Planalto com presença de Bolsonaro. Todas os compromissos oficiais de Bolsonaro fora do Palácio do Planalto como presidente, nos 11 dias de seu governo, foram com militares.

As outras 3 cerimônias de transmissão de cargos de militares em que Bolsonaro esteve presente foram:

  • do ministro da Defesa, general Fernando Azevedo e Silva, única entre os integrantes do 1º escalão de fora do Palácio do Planalto com presença do presidente. No Ministério da Defesa em 2 de janeiro;
  • do comandante da Força Aérea, tenente-brigadeiro do ar Antonio Carlos Moretti Bermudez, na Base Aérea de Brasilia em 4 de janeiro;
  • do comandante da Marinha, almirante de esquadra Ilques Barbosa Júnior, no Clube Naval de Brasília em 9 de janeiro. 

QUEM É EDSON LEAL PUJOL

Nascido no Rio Grande do Sul, Edson Leal Pujol tem 64 anos e está na Exército desde 1971 –quando entrou na Escola Preparatória de Cadetes do Exército.

Também estudou na Academia Militar das Agulhas Negras e comandou em 2013 a Força de Paz na Missão de Estabilização das Nações Unidas no Haiti.

Em 2015, depois de ser promovido a general, Pujol foi designado para a Secretaria de Economia e Finanças da força militar. Meses depois, assumiu o Comando Militar do Sul, em Porto Alegre (RS), substituindo o general Antonio Hamilton Martins Mourão, o atual vice-presidente do Brasil.

Desde abril de 2018, o general chefiava o departamento de Ciência e Tecnologia do Exército Brasileiro. Seguindo a tradição, Pujol, por ser o general mais antigo da ativa, assume o comando do Exército.

Você também poderá gostar...