VI ENCONTRO NACIONAL DOS CAMINHONEIROS AUTÔNOMOS E CELETISTAS

O encontro reuniu lideranças dos caminhoneiros de todo país, aconteceu no último sábado (11/06) em Guarulhos/SP.  O evento contou com a presença de autoridades, entidades representativas da categoria, o deputado federal Nereu Crispim (PSD RS), presidente da frente Parlamentar Mista em defesa dos caminhoneiros autônomos e Celetistas e do deputado federal Luís Miranda (REPUBLICANOS-DF).
O encontro é parte de uma agenda nacional de eventos com Caminhoneiros Autônomos, Celetistas e Lideranças entre diretores de Associações, CNTTL, ABRAVA, CNTRC, Sindicatos, Cooperativas, parlamentares e interessados em garantir ampla discussão participativa das pautas jurídicas de reivindicações da categoria a fim de unificá-las, focados nas reivindicações decorrentes da paralisação nacional dos caminhoneiros de 21 de Maio de 2018.

O DEPUTADO FEDERAL NEREU CRISPIM E OS CAMINHONEIROS trataram do pedido apresentado ao presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), sobre a instalação de uma Comissão Mista especial para analisar as proposições que tratam efetivamente da redução do preço dos combustíveis mediante modificação da atual política de preços adotada pela Petrobras, criação do Fundo de Estabilização de preços e a taxação das exportações petróleo bruto , com a finalidade de deliberar sobre o PL 750/2021 (e seus 8 apensos) e criticaram veementemente a reforma fiscal “tabajara do presidente Jair Bolsonaro“ de redução momentânea do ICMS. Crispim enfatizou que a pauta é urgente e que está represada “Guedes e Bolsonaro querem ferrar os Estados e os municípios, todas as propostas de Jair Bolsonaro são de enfraquecimento do pacto federativo… O presidente não está cumprindo sua promessa de campanha. Ele mentiu e continua mentindo para os brasileiros! Temos que acabar é com o PPI (Preço de Paridade Internacional) o qual o Presidente Jair Bolsonaro, antes de se eleger, defendia a extinção e hoje falta coragem”.

Foi abordado temas como a necessidade do sistema gerador do documento de transporte eletrônico ter trava para não permitir a emissão do documento com valor abaixo do piso mínimo de frete e da necessidade de maior fiscalização da ANTT.

O deputado federal Luiz Miranda, reforçou a defesa da pauta dos caminhoneiros em relação ao combate contra a política de preços dos combustíveis e sinalizou mais um forte apoio aos caminhoneiros autônomos e Celetistas.

Também registraram presenças lideranças dos caminhoneiros dos estados do Paraná, Rio Grande do Sul, São Paulo, Bahia, Goiás e Rio de Janeiro. O líder dos caminhoneiros Wallace Landim (choram) também esteve presente no encontro. Um dos pontos altos foi a discussão sobre o fortalecimento das pré candidaturas dos caminhoneiros aos cargos eleitorais do pleito deste ano de 2022.

Você pode gostar...