Manifestação na Avenida Paulista reúne apoiadores de Bolsonaro

Ato em São Paulo aconteceu na tarde deste domingo (30). Pela manhã, apoiadores do candidato do PSL realizaram atos em outras cidades, como Belo Horizonte e Brasília.

Uma manifestação na Avenida Paulista reuniu apoiadores de Jair Bolsonaro na tarde deste domingo (30). O grupo começou a chegar pouco antes das 14h e, por volta das 15h45, os manifestantes ocupavam os dois sentidos da avenida.

Os manifestantes, alguns vestindo camisetas verde e amarelas, se concentravam em dois pontos, um na altura do Museu de Arte de São Paulo (Masp) e outro perto da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). Por volta das 17h30 começou a chover e as pessoas se dispersaram.

Um dos filhos do candidato, Eduardo Bolsonaro, falou em um carro de som. Ele criticou adversários e pregou união da militância em favor do candidato.

“O primeiro compromisso: não vamos nos permitir dividir”, disse ele. “O segundo compromisso: falem verdade dele na padaria, no jantar de familia, qualquer que seja a profissão, vamos ser chatos até o dia 7. E aí, pessoal, a gente vai conseguir trazer mais alguns votos para ao Bolsonaro e, se Deus quiser, fechar essa fatura no primeiro turno, beleza?”, disse Eduardo Bolsonaro.

A via já estava fechada desde a manhã para a passagem de veículos por causa do programa Paulista Aberta, realizado pela Prefeitura.

Pela manhã, apoiadores do candidato à Presidência da República pelo PSL também realizaram atos em 30 cidades do Brasil, como Brasília, Belo Horizonte, Recife, Belém, cidades do Interior de São Paulo e Foz do Iguaçu (PR).

Assim como em São Paulo, os manifestantes se vestiram de verde e amarelo e, em várias cidades, os atos incluíram carreatas com carros e motos pelas regiões centrais das cidades.

Você também poderá gostar...